Dicas
Postado em: 27/03/2020

Coronavírus: 5 atividades simples para fazer com as crianças em casa na quarentena

Com as crianças em casa, é preciso pensar em formas de entreter e ensinar durante o período.

Para apoiar nos estudos, neste momento de crise causada pela Covid-19, nós desenvolvemos o SPE com você, uma plataforma com videoaulas e outros conteúdos para todos os níveis de ensino. Para se divertir, separamos algumas opções de atividades simples de serem realizadas com as crianças em casa. Confira abaixo!

Organizar e limpar brinquedos

A imaginação de uma criança faz tudo ficar mais divertido. Por isso, até mesmo as atividades que nós adultos consideramos entediantes podem encantá-las. Então, separe algumas horas e chame seu filho para limpar, ordenar e guardar os brinquedos e materiais de desenho. Que tal apontar os lápis e usar as aparas para fazer uma obra de arte?

Ler em voz alta

Contar histórias para criança tem um poder transformador. A literatura ensina linguagem, incentiva o raciocínio lógico e mostra outras realidades e pontos de vista. Além disso, a atividade em família estimula a proximidade, o aconchego e o vínculo afetivo. Os livros levam as crianças a outros lugares e podem ajudar a reduzir a ansiedade nesse período. Também são aliados para discutir temas importantes.

Faça um cineminha

Ficar em casa pode causar ansiedade. Por isso, é importante fazer com que momentos corriqueiros se tornem especiais. Uma sessão de cinema com os pequenos (não se esqueça de verificar a faixa etária) pode ser interessante. Aqui vale não só filmes, como canais de YouTube de entretenimento (como desenhos ou contação de história). Depois de assistir, continue a brincadeira: desenhem o que mais gostaram, escrevam o que sentiram ao assistir, representem a cena favorita…

Treine a criatividade

Manter o cérebro ativo com exercícios de atividades é bom tanto para as crianças, como para os adultos, não é? Veja alguns exemplos de atividades:

  • Fazer perguntas: Quando você pergunta sobre uma brincadeira da criança (por que a boneca está com febre), acaba incentivando um desenrolar de uma história. Mas é preciso ter sensibilidade, pois, às vezes, ela só quer brincar sozinha!
  • Fazer atividades de maneira diferente: Usar só o amarelo para fazer um desenho, andar ao contrário, dormir de ponta-cabeça. O cérebro se diverte com a quebra de padrões.
  • Ofereça desafios: Recursos que estimulem a memória e a resolução de problemas, mas que deixem a criança brincar no tempo dela, fazem com que a criança navegue por outros mundos.

Converse com os amigos

Isolamento físico não precisa significar, necessariamente, isolamento social. A tecnologia pode ser usada para conectar os pequenos. Aplicativos como WhatsApp, FaceApp, Jitsi Meet e Google Hangout permitem conversas com várias pessoas pelo celular, tablet ou computador. Aproveite!

As atividades são muito importantes, mas é preciso deixar a criança sozinha. A falta de atividades planejadas e brinquedos estruturados em alguns momentos também estimula a criatividade. Então, não se preocupe tanto com o tédio dos filhos.

 

⟵ Voltar