Dicas
Postado em: 28/08/2020

Dicas para arrasar na redação do Enem, por Débora Aladim e Profª Pamba

O caminho para uma redação nota 1000!

Uma das maiores preocupações de quem está se preparando para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é, sem dúvidas, fazer uma boa redação. Considerando que a redação corresponde a um quinto da nota no exame, é compreensível que se preparar para ela seja uma prioridade, certo? Por isso, trouxemos algumas dicas de quem entende do assunto para ajudar os estudantes a obter os melhores resultados na redação do Enem.

As recomendações são da youtuber Débora Aladim, autora do livro Redação infalível e outras dicas para você arrasar nas provas, e da youtuber e professora Pamba, que já corrigiu mais de seis mil redações em sua carreira. Confira!

Dicas de Débora Aladim

Cuide da disciplina e da organização

Em tempos de ensino remoto, sem a figura do professor sempre presente para realizar as cobranças, é importante que o aluno tenha atenção redobrada na disciplina. Para conseguir ser aplicado nos estudos, é preciso ter organização e saber administrar bem o tempo. Por isso, montar um bom planejamento e não deixar o conteúdo acumular é o primeiro passo.

Crie uma rotina de escrita

Débora lembra que, quando uma atividade vira hábito em nossa vida, tendemos a criar um automatismo para realizá-las. Assim, é indispensável que o estudante estabeleça uma rotina de escrita, fazendo redações sobre os mais variados assuntos, para perder o medo do desconhecido e escrever com facilidade, independentemente do tema, no dia da prova.

Conheça a estrutura do texto

“Sua maior nota virá da forma com que você escreve”, ressalta Débora. Por isso, desenvolver um bom modelo de texto dissertativo-argumentativo (o gênero cobrado no exame), que possa ser seguido seja qual for o tema, é essencial.

Fique atento às atualidades, mas nem tanto…

Geralmente, as provas do Enem são finalizadas no primeiro semestre. Sendo assim, os estudantes podem otimizar o tempo priorizando temas que tenham surgido até o meio do ano. Além disso, historicamente, o exame cobra assuntos atuais que não são datados, como a questão da sustentabilidade, por exemplo.

Quer outras dicas como essas? Assista ao encontro virtual que fizemos com a Débora Aladim e outras duas convidadas muito especiais.

Erros na hora de produzir a redação do Enem

Para garantir uma boa nota, não basta dominar o gênero textual exigido e estar bem informado para a argumentação; também é necessário cuidar da escrita. Ao longo de anos de experiência corrigindo redações, a professora Pamba identificou os principais erros gramaticais cometidos pelos alunos.

Ambiguidade

Frases ou palavras que geram dupla interpretação. Exemplo: Rafa foi atrás do trem correndo.

Cacofonia

Som desagradável. Exemplo: Um mamão estava no bolso.

Pleonasmo vicioso

Repetição desnecessária de uma palavra. Exemplo: Subir para cima.

Plebeísmo

Uso de termos coloquiais. Exemplo: “Correr atrás” do prejuízo.

Queísmo

Uso excessivo do “quê”. Exemplo: Eles comentaram que desconheciam a matéria que constava no edital que foi organizado pela banca.

A professora Pamba dá dicas excelentes sobre como evitar esses e outros deslizes para garantir uma boa nota. Confira na gravação completa da live que fizemos com ela para o SPE com você:

Para ver outras dicas relacionadas ao Enem, acompanhe as novidades aqui no blog do Sistema Positivo de Ensino e em nossos perfis no Facebook e no Instagram. Não deixe também de assinar o nosso canal no YouTube e ativar as notificações para ficar por dentro das live do SPE com você.

⟵ Voltar