Ensino
Postado em: 17/06/2021
Saiba tudo sobre o Ensino Híbrido

Ensino Híbrido: Tudo que você precisa saber

A pandemia do novo coronavírus fez o mundo repensar sua lógica de funcionamento. A educação on-line ganhou mais espaço e a tecnologia foi essencial. De uma hora para outra, escolas e família foram obrigadas a se adaptar ao novo modelo. Mas, afinal, o que se precisa saber sobre o Ensino Híbrido?

Ensino Híbrido nada mais é do que uma tradução para o português de uma metodologia chamada Blended Learning (ou B-learning), que combina aprendizado on-line com o modelo presencial de sala de aula. Os modelos são articulados entre si e convergem para um mesmo fim: a aprendizagem e o desenvolvimento do aluno. Embora pouco discutido no Brasil antes da pandemia, o Blended Learning é uma tendência mundial que foi acelerada devido ao momento atual de isolamento social. E veio para ficar. 

Segundo o Professor Motta, educador com 23 anos de experiência, pesquisador e entusiasta de inovações na aprendizagem, em pleno século 21, é de fundamental importância que educadores adotem métodos práticos, fazendo o aluno interagir com os colegas e com o conteúdo. Segundo ele, com professores engajados e tecnologia educacional de qualidade, conseguiremos grandes transformações com o Ensino Híbrido.

Nesse post você vai ler sobre os seguintes conteúdos:

  • Ensino híbrido: personalização e tecnologia na educação
  • O Ensino Híbrido e as Metodologias Ativas de Ensino
  • O papel do professor no Ensino Híbrido
  • O papel do aluno no Ensino Híbrido
  • Dicas para colocar em ação o Ensino Híbrido na sua escola
  • Importância da tecnologia na educação
  • Tecnologia no Sistema Positivo de Ensino

Ensino Híbrido: personalização e tecnologia na educação

Segundo Horn e Staker (2015), o significado de Ensino Híbrido pressupõe três aspectos: 

  1. Ensino on-line: baseado na internet e aliado com algum mecanismo de controle do próprio estudante sobre o seu processo de ensino e aprendizagem (tempo, ritmo, percurso de estudo). 
  2. Aprendizagem em um local físico supervisionado: o estudante vai aprender fora de casa e sob supervisão de um professor ou supervisor. 
  3. Aprendizagem integrada: ocorre por meio da integração entre o ensino on-line e o presencial, em que as modalidades se complementam para proporcionar uma experiência de formação integrada.

Em resumo, as características mais comuns do Ensino Híbrido são a personalização do ensino e a autonomia do estudante. Para colocar em prática o Ensino Híbrido, é muito importante que todos os recursos utilizados no ambiente escolar contribuam para o protagonismo dos estudantes e a sua aprendizagem ativa.

O verdadeiro significado de Ensino Híbrido é incentivar que a escola vá além dos limites de sua estrutura física, com professores e alunos ensinando e aprendendo independentemente do horário ou do lugar em que estiverem com aulas virtuais. 

No que diz respeito às aulas on-line, elas podem ser: 

  • Síncronas: acontecem ao vivo, com aluno e professor interagindo em tempo real.
  • Assíncronas: aulas previamente gravadas que podem ser assistidas a qualquer momento pelo aluno sem a necessidade da presença do professor no momento.  

No Ensino Híbrido não existe um único jeito de aprender. A aprendizagem é contínua, tendo as tecnologias como parte essencial desse processo.

O Ensino Híbrido e as Metodologias Ativas de Ensino

É necessário estabelecer que o Ensino Híbrido está intrinsecamente ligado aos fundamentos das Metodologias Ativas de Ensino e Aprendizagem, são eles: autonomia, reflexão, problematização, trabalho em equipe, inovação e professor mediador. 

Esses princípios deixam claro que o Ensino Híbrido vai ao encontro da promoção de estratégias que desenvolvem a independência dos estudantes, em um ambiente em que a troca de conhecimento é mais fluida e colaborativa. 

Nas Metodologias Ativas de Ensino, o estudante não fica mais apenas sentado em uma carteira escutando o professor falar. Ele faz as próprias descobertas, trabalha em seu ritmo e se desenvolve com a ajuda de colegas e professores. 

Confira alguns exemplos de Metodologias Ativas:

  • Sala de aula invertida: consiste em o aluno estudar previamente um material e discuti-lo em sala ou on-line com os demais colegas, com a mediação do professor. Assim, os alunos aprendem entre si e trocam informações e opiniões distintas. 
  • Aprendizagem baseada em projetos (ABP): incentiva a resolução de desafios individuais ou em grupo. O estudante precisa desenvolver a criatividade, o raciocínio lógico e o perfil investigativo.
  • Gamificação: utilizar games e desafios para resolver situações reais é uma excelente forma de incentivar e engajar os alunos, principalmente quando se trata de temas complexos. Afinal, aprender se divertindo é o melhor jeito de fixar o conteúdo. 
  • Cultura maker: essa metodologia parte da ideia do “Do it Yourself” (faça você mesmo), de construir e aprender na prática de forma proativa. Alguns exemplos de atividades maker são: criação de horta comunitária, uso de impressoras 3D e desenvolvimento de games. 
  • Aprendizagem por pares: promover trabalho em duplas faz com que os alunos ampliem repertório, aperfeiçoem a comunicação e aprendam com os próprios colegas enquanto o professor coordena as atividades e faz pontuais observações. 

O papel do professor no Ensino Híbrido

As atualizações com a estratégia do Ensino Híbrido interferem nas atribuições da escola e dos professores. Agora, as instituições de ensino têm também a missão de integrar família, alunos e time pedagógico no ambiente digital.

A atualização do educador é um dos pontos centrais para a aplicação de tecnologias digitais de forma integrada ao ensino. Do contrário, o risco de a escola apenas substituir um recurso por outro é grande, principalmente quando o assunto é avaliação e personalização da aprendizagem. 

No Ensino Híbrido, o professor sai do centro do processo ganhando o papel de designer de aprendizagem – e incentiva o protagonismo do aluno, com o objetivo de aumentar a curiosidade e o engajamento.

Nesse cenário, o papel do docente é ser um mentor do aluno, inspirando-o e guiando-o. Deve oferecer mais informações por meio de links, vídeos e textos que vão expandir seus estudos em um processo personalizado de aprendizagem. Além disso, deve acompanhar seu desenvolvimento, pessoalmente ou por meio de relatório de desempenho. 

Esses relatórios e avaliações fornecem diagnósticos, usados ao longo de todo o processo e não apenas no final de um bimestre, por exemplo, favorecendo práticas de personalização e permitindo ao professor pensar em estratégias mais significativas em sala de aula.  

O papel do aluno no Ensino Híbrido

Os conceitos e o significado do Ensino Híbrido encorajam o estudante a reconhecer seu papel central no processo da construção do seu conhecimento, respeitando o seu tempo e ritmo de forma personalizada e significativa. É o que se chama, enfim, de protagonismo na educação.

O que antes podia ser um desafio ou um obstáculo virou, agora, uma possibilidade. Por isso, estudantes e professores estão mais avançados no letramento digital. Já é possível entender que esse é um caminho facilitador importante e, nesse momento, fundamental para o modelo de Ensino Híbrido nas escolas.

O objetivo hoje, mais do que nunca, é promover a autonomia e o protagonismo dentro e fora de sala de aula.

Dicas para colocar em ação o Ensino Híbrido na a sua escola

  • Faça aulas mais diretas, com exposição de conteúdo dinâmico e espaço para orientações e abertura para dúvidas e sugestões. 
  • Ligue as atividades on-line com as práticas de Metodologias Ativas de sala de aula. Lembre-se que Ensino Híbrido é a convergência dos dois.
  • Não deixe o aluno parado em frente à tela ou ao quadro! Crie atividades práticas, conteúdos interessantes e trabalhos em que os estudantes possam interagir entre si. 
  • Os recursos tecnológicos estão aí para serem usados. Tire o melhor proveito de tudo que a sua escola tem a oferecer: ferramentas on-line, soluções tecnológicas, aplicativos, games, entre outros.

Além disso, lembre-se de que no modelo híbrido o professor se torna mediador do conteúdo. Isso reforça o protagonismo do aluno e respeita as limitações e o tempo de cada um. 

Importância da tecnologia na educação

Há tempos está sendo anunciada a necessidade de mudança, que envolve o maior uso da tecnologia na educação. Esse tempo chegou. 

Recursos digitais, por si só, não garantem o aprendizado do aluno. Sendo assim, é preciso utilizar a tecnologia a serviço do projeto pedagógico, transformando ela em um meio que oportuniza mais aprendizado e ricas descobertas.

A escola precisa ficar atenta às novas demandas que o Ensino Híbrido trará. Por exemplo, o olhar cuidadoso ao orientar os estudantes sobre o uso correto, ético e legal das tecnologias, bem como os seus desdobramentos. 

É essencial que as instituições de ensino e seus educadores continuem a repensar suas funções. O foco deste novo formato deve estar sempre em proporcionar projetos conscientes e inovadores, que encorajam o protagonismo dos estudantes.

No Sistema Positivo de Ensino, nossas escolas e nossos professores percebem que podem sempre se reinventar e fazer melhor. Seguimos juntos para atualizar e entregar materiais acessíveis, sempre com o propósito de promover o aprendizado significativo, independentemente do seu formato.

Tecnologia no Sistema Positivo de Ensino

Muitas escolas conveniadas contaram com as soluções tecnológicas desenvolvidas pelo Sistema Positivo de Ensino para vivenciar o ensino remoto. Hoje, elas podem utilizar essas mesmas alternativas para adotar o Ensino Híbrido. São elas:

  • Positivo On: levando para seus estudantes aulas de qualidade de forma segura e prática. 

  • Realidade Aumentada e QRCode.
  • Conteúdos Multimídias.
  • Plano Semanal.
  • Salas Virtuais (Google Meet) para as aulas on-line.
  • PDFs interativos. 
  • Livro Digital.
  • Videoaulas para todos os componentes curriculares.
  • Lives e assessorias.
  • Avaliações personalizadas (Studos): com indicadores para acompanhamento da evolução da aprendizagem dos estudantes. Afinal, não basta apenas ensinar, é preciso assegurar que todos aprendam.

O Colégio Passo a Passo (PE), conveniado ao Sistema Positivo de Ensino, passou a implementar o Ensino Híbrido com a ajuda das ferramentas tecnologias e fez com que o ambiente digital aproximasse pais, alunos, gestores e professores. Com isso, ficou clara a importância dos recursos do SPE no processo educacional. 

“Vejo esse fato como algo muito positivo, porque concretizou uma determinada familiarização com recursos e ferramentas pedagógicas que vão auxiliar o aluno no momento pós-pandemia.” 

Felipe Vila – Gestor do Colégio Passo a Passo (PE).

Novidades no Positivo On

O Positivo On é o ambiente virtual do Sistema Positivo de Ensino. Com ele, todos podem utilizar ferramentas como videoaulas, agenda, relatórios de desempenho, atividades, simulados e avaliações.

E, para potencializar ainda mais a aprendizagem, a ferramenta passou por atualizações em 2021. Administradores, coordenadores, professores, estudantes e família terão ainda mais interatividade, performance e interface intuitiva. As novidades já são pensadas para o Ensino Híbrido, essa nova etapa da escola.

  • Plano Semanal: uma solução para facilitar o planejamento de aulas. Nele, o professor consegue personalizar e distribuir todo o conteúdo do ano letivo em semanas. A ferramenta também apresenta sugestões prévias feitas pelos professores do Sistema Positivo de Ensino. 
  • Avaliações: uma forma de o professor criar provas, simulados e tarefas automáticas e receber o resultado instantaneamente. Além disso, a equipe gestora e os professores também recebem um ranking de desempenho dos alunos, o que ajuda a identificar em quais componentes curriculares é preciso melhorar. 
  • Sala Virtual: nas Salas Virtuais (Google Meet) do Positivo On, os professores podem elaborar momentos síncronos com seus alunos utilizando todos os recursos ofertados no ambiente Meet (apresentação, gravação de aula, etc.). 
  • Livro Digital: o novo Livro Digital traz como premissa ser um livro acessível, responsivo e enriquecido com OEDs, podcast, vídeos, totalmente integrado ao livro didático. Além disso, a solução passa a agregar num mesmo local a estante de livros digitais e a de livros PDF e entregar todo esse material de forma ágil e intuitiva. 
  • Comunicações: sabemos que hoje um dos grandes desafios é estabelecer uma comunicação efetiva dentro e fora do ambiente escolar. Pensando nisso, agora a plataforma tem recursos como mensagens, diário de turma e agenda. Todos no ambiente seguro e dinâmico com o qual a escola e os estudantes já estão familiarizados, facilitando o acolhimento e a proximidade entre a família e a comunidade escolar.

Somos parceiros de quem acredita no poder da educação e podemos levar o Ensino Híbrido para a sua escola. Fale com um consultor.

Saiba mais sobre Ensino Híbrido

Preparamos um e-book para explicar melhor o que é o Ensino Híbrido, quais são seus modelos, como aplicá-lo em sua instituição de ensino e como o Sistema Positivo pode auxiliar você nessa tarefa. Baixe agora gratuitamente!

Ensino Hibrido

Quer estar sempre atualizado? Então confira as novidades em nosso blog e em nossas páginas no Facebook, Instagram, LinkedIn e Youtube.

  1. Artigo desenvolvido pela equipe do Blog Sistema Positivo de Ensino em parceria com Marileusa Guimarães de Souza, coordenadora pedagógica da Área de Informática Educativa no departamento de Formação e Assessoria de Área na Positivo Soluções Didáticas.
  2. HORN, M. B.; STAKER, H. Blended: usando a inovação disruptiva para aprimorar a educação. Tradução: Maria Cristina Gularte Monteiro. Porto Alegre: Penso, 2015.

⟵ Voltar